sexta-feira, 17 de julho de 2015

Marco Polo

Número de registo: 14174


prefácio de António Osório

No livro Il Milione de Marco Polo estão descritas, com verdadeira objetividade, as "maravilhas do mundo" depois de vinte e quatro anos passados na Ásia. Marco Polo é, no seu regresso, um veneziano de formação ocidental cristã, que aprendeu a ver um mundo novo e diverso sem preconceitos. Ciente da excecionalidade da experiência vivida, Marco Polo entregou aos vindouros, através deste livro, uma mensagem de tolerância, de otimismo, de pragmática confiança no homem, mensagem que decorridos sete séculos conserva inalterada todo o seu valor e atualidade. [...]

De facto, durante séculos, a  mais verdadeira imagem do Oriente foi-nos dada por este livro Il Milione, cujo título legendário deriva do segundo apelido dos Polo, Emilione. Esta obra notável move-se no plano dos costumes e dos conhecimentos geográficos e mercantis que podiam ter sido úteis a quem viajasse pelas terras do Oriente. Enfim, foi através de Marco Polo que o Ocidente ficou a conhecer os palácios sumptuosos dos déspotas asiáticos, os rios e as cidades do Catai (China), os costumes e os ritos dos indianos, as plantas e as espécies raras, os animais fabulosos. É ainda o testemunho, como escreveu Maria Bellonci, «que rompe os limites do espaço e do tempo, e que nos liberta também dos limites que temos dentro de nós e que aproxima do real a utopia da fraternidade».


Ana Osório de Castro, tradutora



Sem comentários:

Enviar um comentário