quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Novidade na Biblioteca: «Lady Bird: A Hora de Voar» (DVD, de Greta Gerwig


Uma história que explora o humor e a emoção na turbulenta ligação entre uma mãe e a sua filha adolescente.Apesar de Christine “Lady Bird” McPherson lutar contra isso, é exatamente igual à sua extremamente apaixonada, profundamente opinativa e muito teimosa mãe, que trabalha incansavelmente como enfermeira para sustentar a sua família depois do pai ter perdido o emprego.Uma história passada em Sacramento, Califórnia, em 2002, no meio de um cenário de rápida mudança da economia americana.

Trailer:


segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Dossier José Saramago



No ano em que se comemoram os 20 anos da atribuição do Prémio Nobel da Literatura a José Saramago, a RTP Ensina organizou um interessante dossiê dedicado ao escritor português.
Organizado em três secções - Contexto, Saramago por Saramago e Ensaios sobre a obra - o dossiê oferece um documentação variada em formato vídeo que permite conhecer melhor a vida e a obra do autor de o Ano da Morte de Ricardo Reis.

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Novidade na Biblioteca: «O Outro Lado da Esperança» (DVD), de Aki Kaurismäki


O finlandês Aki Kaurismäki regressa ao seu estilo cómico seco para lidar com a crise dos refugiados, sem qualquer pudor em mostrar o racismo e a violência a que migrantes podem estar sujeitos. O filme centra-se em Khaled (Sherwan Haji), um mecânico sírio que acaba em Helsínquia, e na sua interacção com um vendedor de camisas (Sakari Kuosmanen) que anda de cidade em cidade. Este ganha uma quantia assinalável a jogar póquer e compra um restaurante, onde acaba por empregar Khaled.

Trailer:

Atividades para celebrar os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos




A 10 de Dezembro de 2018, assinalam-se os 70 Anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH). Um marco histórico para todos os que respeitam e defendem a dignidade humana, uma vez que este foi e continua a ser, um instrumento de referência na defesa dos direitos humanos de todos. Nesta data, inúmeras escolas organizam atividades de comemoração e neste ano que se reveste de particular importância, a Amnistia Internacional produziu um kit com sugestões de atividades que as escolas podem levar a cabo para assinala reste dia.Estas atividades têm como objetivo a promoção de um dia dedicado aos Direitos Humanos (DH) no qual os alunos sejam incentivados a melhor compreender e valorizar os DH e a responsabilizaram-se pelo seu respeito, defesa e promoção. As atividades deste kit podem ser realizadas com alunos do 1.º ciclo ao ensino secundário, estando identificados, em cada atividade, os grupos-alvo para uma melhor consulta e utilização.

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Novidade na Biblioteca: «Olhares Lugares» (DVD), de Agnès Varda



O que têm em comum Agnès Varda, cineasta de 89 anos, e JR, fotógrafo e "street artist" de 34? Acima de qualquer outra coisa, a paixão pelas imagens. Quando se encontram pela primeira vez, percebem o sentido de um projecto a quatro mãos. Com isso em mente, fazem-se à estrada dentro da carrinha dele, percorrendo os caminhos secundários de França, onde se vão deparando com uma enorme variedade de pessoas e histórias. Os rostos delas são posteriormente convertidos em grandes painéis nas paredes de fábricas, muros ou casas. No percurso, uma amizade terna e quase mágica vai crescendo entre os dois… Agnès Varda ("Sem Eira nem Beira", "Os Respigadores e a Respigadora", “As Praias de Agnes") e JR ("Women Are Heroes - O Documentário", "Ellis") realizam assim este divertido documentário que arrecadou o prémio "L'Oeil d'Or" no Festival de Cinema de Cannes e que se encontra nomeado para um Óscar na categoria de Melhor Documentário. O filme – assim como as suas personagens –, é acompanhado pela música do cantor, compositor, produtor e guitarrista francês Matthieu Chedid.
Trailer

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Novidade na Biblioteca: «A Paixão de Van Gogh» (DVD), de Hugh Welchman

 
 Este "biopic" sobre Vincent Van Gogh apresenta-se como a primeira longa-metragem "completamente pintada do mundo". Para animar o filme, foram pintados e repintados 853 quadros a óleo, feitos por mais de 100 artistas diferentes, a partir de 130 obras do lendário pintor holandês. Ao todo, 65 mil fotogramas. A história foca-se mais na morte do que na vida do artista, com a acção a desenrolar-se um ano após a sua morte e pessoas a tentarem perceber o que é que aconteceu ao certo a Van Gogh. Um filme de Hugh Welchman, o animador britânico responsável pela BreakThru Films, produtora que ganhou um Óscar pela curta Pedro e o Lobo em 2006, e da sua esposa, a polaca Dorota Kobiela, que no currículo o filme familiar The Flying Machine, nunca saído em Portugal. Robert Gulaczyk, ator polaco conhecido pelo trabalho no teatro e com pouco créditos no cinema, dá voz ao torturado Van Gogh, num elenco que inclui também Douglas Booth, Jerome Flynn, Saoirse Ronan e Chris O’Dowd

Trailer:


Exposição «Matemática e Natureza»


Está patente na Biblioteca, até ao final da próxima semana, a Exposição «Matemática e Natureza»  Trata-se de um conjunto de painéis onde são abordados as temáticas Matemática e o Reino Animal, Matemática e o Reino Vegetal, Matemática e os Mapas e Matemática e Curiosidades. Cada painel apresenta um breve enquadramento da Matemática nos diferentes temas da Natureza que são abordados e inclui materiais manipuláveis que incentivam o público a envolver-se em experiências matemáticas relacionadas com as várias temáticas.

32.º Aniversário da ESLC


No passado sábado, dia 17 de novembro, a nossa escola comemorou o seu 32.º aniversário. Por coincidir com fim de semana, as comemorações decorrem hoje, com o seguinte programa:

HORAS


ATIVIDADES

LOCAL

Durante todo o dia

Exposição fotos

Somos Leal


Durante todo o dia


Animação pela Rádio Onda Jovem

Espaços escolares

Durante todo o dia


Distribuição de edição comemorativa do 100Letras

Espaços escolares

9.40h – 10.10h

Içar da Bandeira do Eco-Escolas


Átrio de entrada da Escola



13.30h – 15.00h

Somos Leal…t ambém na Ciência

Atividades pelos alunos do 12.C1



Laboratório de Química, pavilhão C

16.30h-17.05h

Parabéns à Leal, com bolo de aniversário


Sala de professores da Leal
Foto: sintranoticias.pt

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

LISBON&SINTRA FILM FESTIVAL ‘18




Na sua 12.ª edição, o LEFFEST chega com o outono, convidando-nos ao aconchego de várias salas de cinema, em Lisboa (Monumental e Nimas) e Sintra (Centro Cultural Olga Cadaval).
O programa é amplo e rico, tecido de múltiplas cores, pelo que difícil vai ser escolher. Mr. Lynch dá rosto ao cartaz e com o lançamento da sua biografia abre "Espaço para Sonhar" e irmos ao encontro do seu misterioso universo artístico. Mas também ao encontro do universo de outros criadores como João Botelho, Paul Schrader, Darezhan Omirbayev, Mike Leigh, Mario Martone, Walter Salles, entre tantos outros, que, com talento e arte, conseguem transportar-nos para lugares, memórias, ideias, personagens, histórias que desafiam o nosso olhar, tocam os nossos sentidos e, muito frequentemente, nos dão a pensar. Talvez por essa razão o LEFFEST cria espaços de encontro entre criadores e espetadores lançando temas de debate e reflexão (O Desejo Chamado Utopia; Neoliberalismo - a Semente do Populismo e dos Novos Fascismos?).
É impossível não aceitar este convite, não participarmos desta festa, por isso lá estaremos com os nossos alunos, no Centro Olga Cadaval, no dia 22 de novembro, com o apoio do Serviço Educativo da Câmara Municipal de Sintra, curiosos para ver o filme de Walter Salles, Central Brasil (1998).
NÓS VAMOS!
Consulte o Programa aqui  http://www.leffest.com/

Manuela Martins (PNC)

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Novidade na Biblioteca: «A Mulher à Janela», de A. J. Finn

 
 Anna Fox não sai à rua há dez meses, um longo período em que ela vagueou pelos quartos da sua velha casa em Nova Iorque como se fosse um fantasma, perdida nas suas memórias e aterrorizada só de pensar em sair à rua. A ligação de Anna ao mundo real é uma janela, junto à qual passa os dias a observar os vizinhos. Quando os Russells se mudam para a casa em frente, Anna sente-se desde logo atraída por eles - uma família perfeita de três pessoas que a fazem recordar-se da vida que já teve. Mas um dia, um grito quebra o silêncio e Anna, da sua janela, testemunha algo que ninguém deveria ter visto e terá de fazer tudo para encobrir o que presenciou. Mas mesmo que decida falar, irá alguém acreditar nela? E poderá Anna acreditar em si própria? A Mulher à Janela é um thriller eletrizante onde nada nem ninguém é o que parece. A adaptação ao cinema está a ser produzida pela FOX.

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Mulheres de Atenas, Chico Buarque


A conquista de uma cidadania plena e perfeita levará mais tempo a alcançar do que julgamos. Já na Atenas dourada do séc. V a. C. as diferenças sociais eram gritantes. Ser homem ou ser mulher era muito diferente, no que se refere aos direitos humanos. Ouve atentamente a canção Mulheres de Atenas de Chico Buarque, (https://www.youtube.com/watch?v=MabbVn0Rlv4) escreve um texto em que justifiques porque é que não gostarias de ser mulher em Atenas no séc. V a. C. (Compara o passado com o presente e aponta lutas que é preciso ter para alcançarmos uma verdadeira igualdade de género).

Novidade na Biblioteca: «A utilidade do inútil», de Nuccio Ordine


«Existem saberes absolutos que – precisamente pela sua natureza gratuita e desinteressada, longe de qualquer vínculo prático e comercial – podem ter um papel fundamental na educação do espírito e no desenvolvimento cívico e cultural da humanidade. Dentro deste contexto, considero útil tudo aquilo que nos ajuda a tornarmo-nos melhores…» A utilidade do inútil é um manifesto que reúne citações e reflexões que Nuccio Ordine foi armazenando ao longo da sua vasta experiência como professor e investigador. Esta obra está estruturada em três partes: uma primeira que aborda a útil inutilidade da literatura, para a qual contribuem as considerações de uma série de personalidades da esfera da cultura que, ao longo da história, se debruçaram sobre este tema; uma segunda parte que analisa a repercussão da lógica do lucro no mundo do ensino, da investigação e das atividades culturais em geral, na perspetiva daquilo a que o autor qualifica criticamente como “universidade-empresa” e “alunos-clientes”; e uma terceira parte que congrega a voz de alguns clássicos para mostrar o papel ilusório da posse e os seus múltiplos efeitos devastadores sobre a dignitas hominis, o amor e a verdade, através da promoção daquilo a que Ordine apelida de “ilusão da riqueza” e “prostituição da sapiência”. Nuccio Ordine rejeita a ditadura do lucro e do utilitarismo, que invadiu o nosso quotidiano, e propõe uma profunda reflexão sobre a importância daqueles conhecimentos que, aparentemente, não produzem benefícios materiais numa sociedade global em que só é considerado útil aquilo que é passível de ser transformado em rendimento monetário ou num outro tipo de compensação material e quantificável. Face à crise do sistema, este livro convida os leitores a pensar que – agora, e mais do que nunca – são necessários esses saberes que alimentam o espírito, que reivindicam o bem comum, o respeito pelo próximo, a solidariedade e a paz. A utilidade do inútil é um manifesto atual e desafiador que apela à luta contra a corrupção causada pelo dinheiro e pelo poder.

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Novidade na Biblioteca: «A Lua de Júpiter» (DVD), de Kornél Mundruczó



Aryan Dashni (Zsombor Jéger) é um jovem sírio que, para escapar às atrocidades da guerra no seu país, tenta passar a fronteira húngara. Ao ser descoberto por um guarda é baleado diversas vezes. Surpreendido, Aryan descobre que não morreu dos ferimentos e que adquiriu o poder de levitação. Colocado num campo de refugiados, o rapaz acaba por despertar o interesse do Dr. Gábor Stern (Merab Ninidze), que pretende descobrir o segredo que lhe permite levitar. Fascinado com tudo aquilo e decidido a aproveitar-se do extraordinário dom de Aryan, o médico leva o jovem imigrante para Budapeste… Um filme dramático, realizado pelo húngaro Kornél Mundruczó ("Tender Son: The Frankenstein Project", “Johanna”, “Deus Branco”), que esteve em competição pela Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes.

Trailer:

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Novidade na Biblioteca: «O Velho e o Mar - Romance Gráfico», de Ernest Hemingway, Thierry Murat


Cuba, início dos anos 1950. Santiago, um velho pescador, sai para o mar após 84 dias sem pescar um único peixe. Todos os habitantes da ilha afirmam que Santiago está velho de mais e em maré de azar, mas Manolin, o pequeno rapaz, continua a acreditar nele apesar dos comentários depreciativos dos pais. Ao 85.º dia, Santiago decide partir para o mais longe possível, ao largo do Golfo, em busca do peixe que lhe devolverá o respeito dos habitantes da ilha. É então que encontra um magnífico espadarte, enorme e forte. A luta homérica entre o velho e o peixe predador durará três dias e três noites: no regresso a terra firme, o velho, derrotado, recuperou a dignidade entre os seus pares após uma batalha corajosa. Respeitando o estilo e o ritmo do texto original de Ernest Hemingway, Thierry Murat conseguiu transpor para imagens a mais fiável adaptação da poética aventura de O Velho e o Mar.

Concurso de Escrita Criativa




A biblioteca organiza dois concursos sobre o Mar que te desafiam a pôr à prova a tua criatividade com as palavras ou as formas. Participa e habilita-te a ganhar excelentes prémios. Consulta os regulamentos na página do agrupamento.


segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Novidade na Biblioteca: «21 Lições para o Século XXI», de Yuval Noah Harari


Qual o verdadeiro significado dos eventos que hoje testemunhamos e como poderemos lidar com eles à escala individual? Que desafios e escolhas se nos deparam? O que poderemos legar ou ensinar aos nossos filhos? Algumas das questões que procurarei explorar e dar resposta incluem o significado da ascensão de Trump, se Deus estará ou não de regresso ao nosso mundo, se o nacionalismo pode ser a resposta a problemas como o aquecimento global. O livro está dividido em 5 partes (O Desafio Tecnológico, o Desafio da Política, Desespero e Esperança, Verdade, Resiliência), cada uma delas com questões dedicadas a temas específicos, no total de 21 lições para o século XXI.

Escola selecionada para o projeto Ler+ Mar


O Projeto da nossa escola «Cartas de Neptuno» foi um dos selecionados no âmbito do projeto Ler+ Mar do Plano Nacional de Leitura.

O projeto projeto Ler+ Mar visa sensibilizar, através da leitura, para o desenvolvimento sustentável dos oceanos e dos recursos marinhos e resulta de uma parceria estabelecida entre o Plano Nacional de Leitura 2017-2027 (PNL2027), a Direção-Geral de Política do Mar (DGPM), a Aporvela e o jornal Público.
Tendo como contexto o mar, o nosso projeto «Cartas de Neptuno» envolve um conjunto de iniciativas de natureza literária, científica e histórica, articulando diversas áreas curriculares (Cidadania e Desenvolvimento, Português, Biologia e Geologia, Física e Química, Inglês, Filosofia, Educação
Física, Matemática, Desenho e Oficina Multimédia), tendo como produto final um
espectáculo de dramatização de textos e de experiências vivenciadas pela comunidade escolar no decurso do projeto, intitulado «Sete Cartas de Neptuno».

sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Novidade na Biblioteca: «



Nascido em Montemor-o-Velho (distrito de Coimbra), por volta de 1510, o português Fernão Mendes Pinto ficou conhecido pela obra autobiográfica "Peregrinação", em que relata uma das viagens feitas pelos portugueses ao Oriente. Em 1537, para escapar à miséria, parte para a Índia, para se juntar aos dois irmãos. Assim começam as aventuras e desventuras de um homem que, durante os 21 anos em que esteve no Oriente, foi "13 vezes cativo e 16 ou 17 vendido". Em 1558, regressa a Portugal. Depois de várias tentativas de se ver recompensado pelos serviços feitos à coroa portuguesa, acaba por desistir e estabelecer-se na Quinta de Palença (Almada), onde se dedica à escrita, entre 1569 e 1578, da obra que, várias décadas mais tarde, o tornaria famoso. O texto original, deixado à Casa Pia dos Penitentes, só viria a ser publicado em 1614, 31 anos após a sua morte, já em 1583. Apesar da publicação tardia, este livro de viagens sobre as expedições dos descobridores e conquistadores portugueses torna-se um grande sucesso por toda a Europa. Com assinatura de João Botelho ("A Corte do Norte", "Filme do Desassossego", "Os Maias"), este filme recria as aventuras contadas em "Peregrinação", de enorme importância no que se refere à memória dos tempos áureos dos Descobrimentos portugueses. Filmado na China, Japão, Índia, Malásia, Vietname e Portugal, tem o actor Cláudio da Silva como protagonista. É acompanhado no elenco por Cassiano Carneiro, Pedro Inês, Catarina Wallenstein, Maya Booth, Rui Morrison, Jani Zhao e Zia Soares, entre muitos outros.

Trailer:

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Novidade na Biblioteca - «Mar - Enciclopédia da Estória Universal», de Afonso Cruz

Mais uma vez, Afonso Cruz volta a desafiar os géneros e escreve um volume de Enciclopédia que, afinal, é um romance em várias entradas: um conjunto de histórias interligadas entre si, todas elas sobre o MAR, o seu apelo, o seu fascínio. Histórias encantatórias a que não faltam personagens inesquecíveis, como a do homem que tem o céu tatuado na pele ou o músico que lança cartas de amor ao mar.

terça-feira, 30 de outubro de 2018

Novidade na Biblioteca: «Relato de um Náufrago», de Gabriel García Marquez


Reconstituindo os acontecimentos em diálogo com o náufrago, o então jovem escritor Gabriel García Márquez rapidamente percebeu que não existira tormenta alguma e que os oito homens tinham caído à água porque o navio de guerra transportava carga de contrabando mal estivada que os arrastou aquando de um golpe de mar. O relato da aventura transformou-se então rapidamente em denúncia política, fazendo levantar no país um grande alvoroço, que custou a glória e a carreira ao náufrago e obrigou o repórter ao exílio.

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Novidade na Biblioteca - «O Misterioso Mundo dos Oceanos», de Frank Schätzing

Uma história completa do mundo aquático. Como se de um novo Capitão Nemo se tratasse, Frank Schätzing convida-nos a fazer uma outra viagem de 20.000 léguas submarinas, para descobrir a relação entre os seres humanos e o misterioso mundo dos oceanos, que ocupa sete décimos do nosso planeta. Uma estranha relação essa, feita de ódio e amor, romantismo e ignorância, curiosidade e mistério. Como funciona este «grande sistema» de onde provimos todos e do qual sabemos tão pouco? Como pôde surgir a vida no oceano primitivo? Porque é que a evolução evoluiu no sentido de permitir o aparecimento do Homem e não no de um «colchão de ar» dotado de inteligência? E ainda: de onde provém toda esta água? O que sucede quando o mar se rebela contra o Homem? Qual é o futuro do mar e porque é ele um legado deixado a todos nós? Com competência científica, ironia e simplicidade, Schätzing responde a todas estas questões (e a muitíssimas outras), que o fazem percorrer milhões de anos, e investigar, reflectir e divertir-se.

Novo número da Revista de Ciência Elementar


Foi publicado um novo número da revista Ciência Elementar. Neste número poderá encontrar temáticas tão variadas como Hereditariedade, Sexo & Género, Computadores Quânticos, Scratch e Beleza e Ciência.

Versão PDF
Versão ePUB

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Novidade na Biblioteca: «Olifaque - Uma farsa em emigrês», de João Magueijo

Depois do enorme sucesso do seu primeiro livro de ficção, o conceituado cientista português está de regresso às livrarias nacionais com Olifaque, um livro que revela um novo olhar sobre os emigrantes portugueses e a sua eterna nostalgia da portugalidade. Olifaque é um retrato humorístico desses estereótipos. Histórias incríveis, divertidas e trágicas, que mostram bem o choque cultural que estes portugueses enfrentam, a ingenuidade que carregam, a amizade que os une e os regionalismos que não se perdem, independentemente dos anos que passam fora da "terra pátria". Invocando uma multidão de personagens inesquecíveis, todas um misto bizarro de autenticidade plebeia e de irrealidade farsante, Olifaque narra os traumas que levam a maioria dos emigrantes a procurar refúgio além-fronteiras, e aí "fazer bem" como se diria em bom portinglês.

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Conferência do Plano Nacional de Leitura 2027





A atualidade da leitura constitui o tema da segunda conferência do PNL2027, enquanto elemento primordial do presente e condição universal de futuro. Aprender, trabalhar, criar, ser livre e autónomo, gerir emoções e sentimentos, ter consciência de si e dos outros, conhecer e compreender o mundo, tomar decisões, exige dos cidadãos que se façam leitores fluentes, críticos e reflexivos.
A Conferência do Plano Nacional de Leitura decorre na próxima quarta-feira, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

Programa da Conferência do Plano Nacional de Leitura

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Novidade na Biblioteca: «Loveless - Sem Amor» (DVD), de Andrey Zvyagintsev



Depois de mais de uma década de vida em comum, Boris e Zhenya (Alexey Rozin e Maryana Spivak) atravessam um doloroso processo de divórcio. A prendê-los está apenas a mágoa, a raiva mútua e Alyosha (Matvey Novikov), o filho de 12 anos, que nunca foi desejado ou verdadeiramente amado por nenhum deles. Boris e Zhenya estão ansiosos por abandonar o casamento e recomeçar a sua vida: ele com a nova namorada; ela com seu parceiro rico. Nenhum parece importar-se com a tutela de Alyosha. Até que, um dia, o rapaz desaparece sem deixar rasto… Nomeado para o Óscar de Melhor Filme, uma história dramática que, tal como o nome indica, fala sobre o vazio de afectos. A realização cabe ao multipremiado cineasta russo Andrey Zvyagintsev, responsável por "O Regresso" (2003), que lhe valeu o Leão de Ouro no Festival de Veneza; "Elena" (2011), Prémio Especial do Júri no Festival de Cinema de Cannes; ou "Leviatã" (2014), que ganhou o Prémio de Melhor Argumento em Cannes, venceu o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro e foi nomeado para um Óscar na mesma categoria.

Trailer:

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Novidade na Biblioteca: «Lobo do Mar», de Garrett McNamara

Numa emocionante e honesta biografia de Garrett McNamara, o polémico atleta e recordista mundial de ondas grandes relata a sua busca emocional enquanto surfista das ondas mais formidáveis do planeta. Conhecido carinhosamente como GMac, bateu o recorde mundial do desporto, surfando uma onda de 24 metros, na Nazaré, em 2011, e dois anos mais tarde bateria essa marca exatamente na mesma praia portuguesa. Este é livro pessoal e emocional, que permite aos leitores conhecer o GMac como nunca antes, sob um olhar simultaneamente íntimo e profissional, e que mostra quais as motivações deste homem criativo e iconoclasta. Surfar ondas incríveis não é apenas um gosto pela emoção, explica Mcnamara - trata-se de vencer os medos e ultrapassar obstáculos do passado e do presente. Lobo do mar é um testemunho de perseverança, paixão e superação. Cheia de suspense e espiritualmente profunda, esta biografia revela, a partir do ponto de vista de um dos mais temerários e devotos praticantes do desporto, o que é surfar com alma.

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Novidade na Biblioteca: «Poções e Paixões - Química e Ópera», de João Paulo André


A poção de amor de Tristão e Isolda, os voos das bruxas em vassouras e a mãe do imperador Nero têm mais em comum do que se pensa. A ópera é o fio que conduz o leitor numa viagem ao fantástico mundo das poções e das paixões, que a química explica. Juntando a química (que está em todo o lado) e a ópera (que tem sido designada «obra de arte total»), o autor traz-nos uma ligação original e desafiante entre a ciência e a arte, num livro para apreciadores de ambos os mundos. Inédito encontro de culturas, pela mão de um profundo conhecedor.

Dia Internacional da Biblioteca Escolar


Comemora-se o dia Dia Internacional da Biblioteca Escolar

Para comemorar este dia, deixamos-lhe uma apresentação sobre a história do livr:


sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Novidade na Biblioteca: «O Grande Livro dos Oceanos», de Yuval Zommer


Porque é que os caranguejos andam de lado? As alforrecas são feitas de gelatina? Porque é que os pinguins não congelam? Na mesma linha editorial do "O Grande Livro dos Insetos" e "O Grande Livro dos Animais", este álbum, a cores e de grande formato, incentiva as crianças à leitura, na procura de respostas para perguntas fantásticas, que tantas vezes ouvimos dos mais pequenos, aguçando-lhes a curiosidade pelo fantástico mundo da fauna e flora dos oceanos.

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Curta-metragem «Pedro e o Lobo»



Pedro e o Lobo é uma história infantil contada através da música. Foi composta por Sergei Prokofiev em 1936, com o objectivo pedagógico de mostrar às crianças as sonoridades dos diversos instrumentos. Cada personagem da história (o Pedro, o lobo, o avô, o passarinho, o pato [ou pata, em algumas versões], o gato e os caçadores) é representada por um instrumento diferente.
 Suzie Templeton realizou uma adaptação moderna do conto de Pedro e o Lobo, recorrendo a animação stop-motion. É incomum na sua falta de qualquer diálogo ou narração, sendo a história apresentada unicamente com imagens e som, interrompida por períodos de silêncio sustentado. A banda sonora é executada pela Philharmonia Orchestra de Londres e o filme teve a sua estreia com um acompanhamento ao vivo da orquestra no Royal Albert Hall em Londres. O filme ganhou diversos prémios, incluindo o Óscar de Melhor Curta-Metragem (animação) em 2008.

Sinopse:
Pedro é um rapaz discreto, solitário, impedido de ir à floresta pelo seu avô protector, tendo como seu único amigo um pato. Quando um lobo ameaça o seu amigo pato – bem como o gato gordo do seu avô e um pássaro com a asa partida de que Pedro se tornou amigo – Pedro corajosamente tenta apanhar o lobo. O Avô, o povo da aldeia e os caçadores que têm antagonizado Pedro figuram todos no desenlace final.

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Novidade na Biblioteca: «120 Batimentos por Minuto» (DVD), de Robin Campillo



Paris, início da década de 1990. Um grupo de activistas esforça-se por captar a atenção da opinião pública para a epidemia de sida que, durante os últimos anos, causou a morte a milhares de pessoas pertencentes à comunidade homossexual. Face à inacção do Governo francês, que nada fez para prevenir o alastrar do VIH, alguns jovens criam o Act Up, para promover acções não-violentas em defesa da prevenção e do tratamento da doença. É neste contexto que Nathan, um jovem que se junta ao movimento, conhece Sean, um dos militantes mais fiéis e proactivos do Act Up... "120 Batimentos Por Minuto" foi o filme-sensação da 70.ª edição do Festival de Cinema de Cannes, onde recebeu o Grande Prémio do Júri. A realização fica a cargo de Robin Campillo ("Les Revenants", "Eastern Boys"), segundo um argumento seu e de Philippe Mangeot, presidente da Act Up francesa nos anos 1990-

Trailer:

Roteiro de História da Língua Portuguesa | e-Book



Fonte | Download |

Resumo:

Em linha com o termo náutico, este Roteiro aponta percursos, indica etapas e salienta as principais mudanças da língua, possibilitando a posterior exploração autónoma de tópicos menos desenvolvidos ou daqueles que, em virtude da finalidade da obra, não foram contemplados. “[…] a história da língua portuguesa, enquanto património, interessará a um público alargado, incluindo estudantes de Linguística, mas também profissionais e investigadores de várias áreas – historiadores, sociólogos, antropólogos, jornalistas, profissionais das indústrias da cultura, cientistas de diversos domínios – e bem assim a quantos, simplesmente, tenham curiosidade a respeito da história de um dos idiomas mais falados no mundo.

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Novidade na Biblioteca: «Moby Dick», de Herman Melville

O capitão Ahab impõe à sua tripulação a concretização do seu maior desejo – destruir a grande baleia branca. Sob o seu rígido comando a missão comercial do Pequod é alterada tornando-se uma missão de vingança.
Para Ahab, o monstro que destruiu o seu corpo não é uma criatura, mas sim o símbolo de algo desconhecido.
Sem medo das catástrofes naturais, dos maus presságios ou mesmo da morte, Ahab impele o seu navio em direcção ao perigo.

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Novidade na Biblioteca - «Nós, os Afogados», de Carsten Jensen


Aclamado imediatamente na Europa como sendo um clássico, Nós, os Afogados narra a história da cidade portuária de Marstal, cujos habitantes se fizeram ao mar e navegaram pelo mundo inteiro a partir de meados do século XIX até ao final da Segunda Guerra Mundial. Aqui contam-se as histórias de navios afundados e destruídos em guerras, de lugares de horror e violência que continuam a fascinar todas as gerações; aqui encontramos canibais, sonhos proféticos e sobrevivências miraculosas. O resultado é uma saga apaixonante, repleta de sabedoria e humor, de pais e filhos, das mulheres que eles amam e deixam para trás e da promessa assassina dos mares. Em 1848, um grupo de navegadores dinamarqueses deixa a ilha de Marstal para lutar contra os Alemães. Nem todos regressam, e os que regressam nunca mais serão os mesmos. Entre eles, encontra-se Laurids Madsen, que não tarda a escapar de novo para o anonimato do mar alto. Quando o seu filho Albert atinge a maioridade, parte à procura do pai desaparecido numa viagem que o levará por todo o globo. Da Terra Nova às plantações da Samoa, da Tasmânia às costas geladas do norte da Rússia, esta história estende-se por quatro gerações, atravessando duas guerras mundiais e um século de história.

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

O Mito do Minotauro


Conhecer a história da Grécia Antiga, conhecer o pensamento dos gregos da época Clássica, conhecer o Império do Pensamento que foi a civilização grega, ajuda-nos a conhecer a nós próprios e à civilização europeia.
Os gregos explicavam muitas ações do comportamento humano através de mitos.


Depois de ver atentamente o documentário sobre o Mito do Minotauro 
tente explicar o que significado para a História e/ou para o  ser humano de:
Minotauro
Teseu (Herói)
Pasífae – esposa do rei Minos
Minos – rei de Creta
Labirinto
Atenas
Creta


Domingos Costa

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Novidade na Biblioteca: «No Princípio Estava o Mar», de Gonçalo Cadilhe


Este livro recolhe as melhores crónicas que Gonçalo Cadilhe escreveu ao longo de 12 anos para a revista Surf Portugal. No entanto, o que eram inicialmente textos de surfista para surfista tornaram-se, com o tempo, objectos de culto lidos e comentados não apenas por corredores de ondas mas também por namoradas cúmplices, pais perplexos, professores coniventes e vários outros segmentos da sociedade fascinados com o sistema de valores recolhido no mar e sistematizado no papel pelo autor. No Princípio Estava o Mar é um convite a aproveitar o oceano, a desfrutar plenamente a Natureza, a dar corda livre aos sonhos de errância e juventude, a não deixar para amanhã o que se pode viver hoje.

Novidade na Biblioteca - «Homo Deus - História Breve do Amanhã», de Yuval Noah Harari


Chegámos ao próximo passo evolucional: Homo Deus. Homo Deus explora os projetos, sonhos e pesadelos que darão forma ao século XXI — desde o vencer da morte à vida artificial. Sucessor do bestseller internacional Sapiens: História Breve da Humanidade, coloca as questões fundamentais: para onde seguir a partir daqui? Como proteger o mundo dos poderes destrutivos do ser humano? A guerra desapareceu. É mais provável cometer suicídio do que morrer num conflito armado. A fome está a desaparecer. É mais alto o risco de obesidade do que de fome. A morte tornou-se um simples problema técnico. Não alcançámos a igualdade — mas estamos perto de alcançar a imortalidade. A história começou quando os homens inventaram os deuses e terminará quando os homens se transformarem em deuses. O que nos reserva o futuro?

 CRÍTICAS DE IMPRENSA «De uma lucidez invejável (e alarmante), descreve os enormes desafios que temos pela frente, enquanto espécie, à medida que a tecnologia genética, a inteligência artificial e a robótica alteram profundamente as nossas relações humanas e com outras espécies. Uma leitura ainda mais voraz e mais importante do que a do seu já excelente Sapiens.» Kazuo Ishiguro, escritor e jurado do Guardian Books of the Year 2016
«Harari é um escritor excecional, que parece ter sido escolhido pelas musas como veículo do zeitgeist… Um livro fascinante.» Times Literary Supplement

A Era da Curadoria: O que Importa é Saber o que Importa

Hoje em dia temos acesso a todo tipo de informação. O que fazer com isso? Quantidade de informação nos torna mais sábios? Aumenta nosso conhecimento? Num momento em que todos podem ser leitores e autores, como selecionar no meio do caos aquilo que tem relevância e credibilidade? É preciso saber selecionar a informação que faz sentido para cada um de nós, pois o que importa é saber o que importa. Por isso, a curadoria é fundamental. O filósofo, Mario Sergio Cortella abordará o tema «O que importa é saber o que importa: a era da curadoria.»

terça-feira, 15 de maio de 2018

Dia Internacional dos Museus e Noite dos Museus


Na próxima sexta-feira, dia 18 de maio, comemora-se o Dia Internacional dos Museus e, como em anos anteriores, é possível visitar gratuitamente uma série de museus.
As entradas serão gratuitas em todos os Museus, Palácios e Monumentos tutelados pela DGPC: - no dia 18 de maio, no horário normal de funcionamento, exceto nos seguintes casos: no Museu Nacional de Arqueologia a gratuitidade será das 10h00 às 23h00 e no Palácio Nacional de Mafra das 9h30 às 17h30 (última entrada às 16h45) e das 20h00 às 23h00; - no dia 19 de maio, a partir das 18h00, exceto no Museu Nacional dos Coches em que a gratuitidade será das 10h00 às 24h00 (última entrada às 23h30). 
No dia 19 de maio, os seguintes serviços estarão encerrados após o horário normal de funcionamento: Convento de Cristo, Mosteiro da Batalha, Mosteiro de Alcobaça, Mosteiro dos Jerónimos, Museu Monográfico de Conímbriga – Museu Nacional, Palácio Nacional de Mafra, Panteão Nacional e Torre de Belém.

As nossas apps

As  nossas apps

Descarregue aqui as nossas apps para dispositivos Android:
(Clique na imagem ou leia o código com a câmara do dispositivo)

Obras de Camilo Castelo Branco


Obras de Fernando Pessoa

Obras de Eça de Queirós


Como realizar trabalhos

segunda-feira, 16 de abril de 2018

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Conversa do Desassossego


O desafio foi lançado pela professora de Português, Teresa Lucas: descobrir o Livro do Desassossego, de Bernardo Soares, visionar o Filme de João Botelho, com o mesmo nome e, de olhar em olhar, fragmento em fragmento, partilhar leituras, sensibilidades, reflexos, projeções, porque, como refere o poeta: «Este livro é um só estado de alma, analisado de todos os lados, percorrido em todas as direções».
Professores e alunos aceitaram o desafio da viagem que, apesar de conjunta, exigia de cada um esforço e vontade de enfrentar as intempéries em que as palavras do poeta sempre nos lançam, desassossegando-nos.
E lá fomos navegando pelas páginas do Livro, pelos fragmentos fílmicos, procurando vencer as nossas perplexidades e hesitações, até nos sentarmos à conversa com o realizador João Botelho que, como nós, também caiu em desassossego.

A conversa decorreu no auditório da Leal, no passado dia 7 de fevereiro, com alunos e professores do 12.º ano, num ambiente informal e dialogante, permitindo uma compreensão partilhada do Livro ao Filme, que o mesmo é, no dizer do poeta: «Dar a cada emoção uma personalidade, a cada estado de alma uma alma.», num contínuo Desassossego.

Manuela Martins

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

E se Rio de Mouro Tremer?

É já na próxima quarta-feira que vamos discutir na escola o risco sísmico, numa atividade do projeto Ciência, Biblioteca e Cidadania. Para o efeito, contaremos com a presença do geólogo Pedro Emanuel Fonseca, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, e do escritor Domingos Amaral, autor de Quando Lisboa Tremeu. 
A sessão decorrerá no auditório da ESLC, entre as 10h e as 11h30, e destina-se a turmas do ensino secundário.