quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Workshop de jornalismo na Biblioteca



Vai decorrer amanhã na Biblioteca um workshop de jornalismo destinado aos novos jornalistas do Jornal 100 Letras. A sessão contará com o João C., ex- aluno e um dos grandes dinamizadores do 100 Letras nos últimos anos, e da jornalista Beatriz Lopes Rodrigues, do grupo Renascença.

Dia Mundial de Combate ao Bullying - recursos para as escolas



No próximo domingo, 20 de outubro, comemora-se o Dia Mundial do Combate ao Bullying.

Segundo o estudo da Unicef sobre a violência contra crianças "Escondido à vista", com base em dados de 190 países, uma em cada três crianças, com idades entre os 13 e os 15 anos, em todo o mundo é regularmente vítima de bullying na escola.

Aqui ficam alguns recursos para ajudar a conhecer e a combater este problema nas escolas ou nas famílias:

Documento em PDF, da Amnistia Internacional, com atividades de combate ao bullying.

Que medidas tomar quando se é vítima de bullying, ou quando se é pai de uma vítima ou pai de um agressor.

Aborda diversas temáticas relacionadas com a violência sobre as crianças e jovens, como violência doméstica, violência no namoro, bullying, violência online, violência sexual, segurança na rua, segurança na internet, segurança na escola etc.

No Bully Portugal é uma Associação sem fins lucrativos fundada em 2016 para acabar com o bullying em Portugal. 

Iniciativa do Ministério da Educação de Prevenção e Combate ao Bullying e ao Ciberbullying nas escolas. Tem associada a campanha “Escola Sem Bullying. Escola Sem Violência”, que se configura como um importante instrumento de sensibilização, prevenção e intervenção, destinado a toda a comunidade educativa, com vista à erradicação deste problema.

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Filme da semana: «As Sufragistas»

Título:
AS SUFRAGISTAS
Realizador:
Sarah Gavron
Duração:
106m
Sinopse:












Início do século XX. Apoiadas pelos conceitos iluministas de igualdade e liberdade, as mulheres passaram a reivindicar o direito de participação na política e a exigir leis mais justas que as incluíssem nas decisões parlamentares. Apesar do importante papel social, principalmente no que se refere à educação, até então elas nunca eram vistas como capazes de escolher os governantes. No Reino Unido, o movimento começou com a fundação da União Nacional pelo Sufrágio Feminino. De modo a expor as leis sexistas e mudar a forma como eram olhadas, um grupo de mulheres da classe operária juntam as suas vozes à de Emmeline Pankhurst, uma mulher à frente do seu tempo que há muito lutava pelos direitos das mulheres. Assim, desistindo do protesto pacífico de simples manifestações de rua ou greves de fome que nunca as levou a lado algum, estas mulheres desafiam o Estado e partem para formas de luta cada vez mais radicais, enfrentando tudo em prol da igualdade de direitos e oportunidades…

Livro da semana: «Fernão Capelo Gaivota»


Título:
Fernão Capelo Gaivota
Autor:
Richard Bach
N.º de págs.
148
Sinopse:












Fernão Capelo Gaivota é uma parábola universal sobre liberdade.
As gaivotas têm um padrão de altura e velocidade no qual podem voar, mas Fernão Capelo não aceitava isso e queria mais. Não entendia  porque tinha que ficar limitado a esse padrão..
Quando o chefe do seu bando descobriu que ele treinava para passar esse limite, e que ele conseguia fazer mais que isso, eles o isolaram do bando, e Fernão ficou sozinho.
Mas no decorrer dos dias, ele encontrou outras gaivotas que também pensavam como ele, e também foram isoladas dos  seus bandos.
Esse grupo começou a ficar tão conhecido, que mais gaivotas começaram a chegar para poder aprender como voar mais alto e mais rápido.
Então, Fernão, criou um grupo de alunos com isso, e foi ensinando de que elas podem  voar mais e melhor do que o padrão estabelecido.
E para quê ser igual ao padrão se podes ser melhor que ele, não é verdade?
Este é um livro que se lê num dia apenas, com várias frases de motivação para guardar e tê-las sempre presentes.

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Alunos da escola em 3.º lugar no concurso internacional de História para jovens



João C. e Rodrigo M. (dois alunos do ex-12.º H1) ganharam o 3.º lugar no concurso internacional de História para jovens EUSTORY de 2019, com o trabalho “Viragem Histórica” subordinado ao tema “Transição Política”, sobre as mudanças provocadas pelo 25 de Abril de 74 em Portugal e, em particular, no concelho de Sintra. Para além de um prémio monetário, os jovens receberão ainda a viagem e estadia para participar num dos três History Camps que irão ter lugar no próximo ano, numa cidade europeia, durante uma semana.

Olga Tokarczuk e Peter Handke vencem o Nobel da Literatura




Olga Tokarczuk (n. 1962) e Peter Handke (n. 1942)  foram hoje anunciados como os dois novos Nobel da Literatura. Olga Tokarczuk, escritora e ativista polaca, receberá o prémio relativo ao ano de 2018, e o austríaco Peter Handke é o vencedor de 2019.
Olga Tokarczuk tem editados em Portugal Viagens Conduz o Teu Arado sobre os Ossos dos Mortos, ambos publicados este ano pela Cavalo de Ferro, e que em breve poderá encontrar na biblioteca.
Peter Handke é um autor já bastante conhecido do público português, com diversas obras publicadas desde os anos 80 do século passado, tanto romance como teatro. As suas duas obras mais conhecidas são A Angústia do Guarda-Redes Antes do PenaltyA Mulher Canhota.

Fotos: Wikimedia

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Conferências na Biblioteca Municipal de Sintra


Com o objetivo de potenciar as Bibliotecas Municipais como um espaço privilegiado de encontro de profissionais de informação e mediadores da leitura, bem assim como de todo o público em geral interessado pelas questões à volta do Livro e da Leitura, num ambiente intimista e de conversa informal, irá realizar-se a 2.ª sessão do ciclo de “conversas” à volta da temática das Bibliotecas, do Livro e da Leitura, denominado de Conferências na Biblioteca, na Biblioteca Municipal de Sintra. 
Esta sessão das Conferências na Biblioteca, realizada em parceria com a DGLAB, a RBE de Sintra, as Bibliotecas Escolares e a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Centro Estudos Clássicos, Mestrado em Ciências da Documentação e Informação), está associada a um dia comemorativo/simbólico na área do Livro e da Leitura e a uma temática, sendo:
17 de outubro – 5.ª feira - 19h00